quinta-feira, 17 de maio de 2012

Descubra se você é heterodoxo


Você acredita que o mercado nacional dever ser protegido para gerar emprego no país?
Você acredita que os preços no Brasil são elevados (carros, hotéis, juros) por culpa das empresas, que são excessivamente gananciosas, e não do governo que impõe elevados impostos?
Você acredita que o governo deve controlar, via estatais, setores “estratégicos” como a exploração de recursos naturais?
Você acredita em Keynes– gasto do governo eleva o PIB-, mesmo no longo prazo?
Você atribui o crescimento brasileiro às políticas sociais  e não ao cenário externo favorável a países exportadores de commodities nos últimos 10 anos?
Você acredita que o lucro é algo essencialmente ruim pra a sociedade, pois é resultado da exploração de trabalhadores e consumidores?
Você dá muito importância às chamadas falhas de mercado (externalidades, por exemplo) e esquece as falhas de governo?
Você utiliza com frequência palavras como capitalismo selvagem, fé cega no mercado, capital financeiro, mundialização, consumismo, movimentação da economia e geração de empregos?
Você não acredita no sucesso das privatizações da década de 1990 apesar de pagar apenas 15 reais para obter uma linha de telefonia móvel?
Você acredita que o relativo sucesso do presente deve ser atribuído ao atual governo (Lula +Dilma) e não ao governo anterior que fez uma série de reformas estruturais importantes?
Você não credita a FHC a paternidade do Plano Real e sim ao Presidente Itamar franco que pediu a volta do fusca e assistiu ao desfile de carnaval com uma mulher nua?
Você admira a postura de confronto do atual governo, à la Cristina Kirchner,  com os bancos privados?Pior, você acredita que tal confronto se reverterá em benefícios para o consumidor?
Você acha um absurdo pagar estacionamento em shoppings, mas não se incomoda muito em pagar flanelinha em via pública e supostamente gratuita?
Você acredita que pequenas e médias empresas são necessariamente virtuosas, enquanto que empresas grandes necessariamente prejudicam o bem-estar econômico?
Quando algum conhecido vai para os Estados Unidos você faz questão de afirmar que prefere a Europa e que não compra nada?
Se você respondeu positivamente a pelo menos seis das questões acima considere-se um economista heterodoxo, caso contrário ainda há esperança, especialmente se você tiver menos de trinta anos. 
Vai aqui mais uma provocação, a título de descontração, mas que guarda paralelo com a demonização das grandes empresas e simpatia pelas pequenas: Você torceu pelo time mais fraco na Champions League apesar do rival mais forte jogar um futebol espetacular? Independentemente das respostas às outras questões, uma resposta positiva a esta questão significa que existe um heterodoxo em você, pronto para aflorar a qualquer momento.

7 comentários:

  1. Sérgio,

    Eu acho que você é um petista enrustido. Não é à toa que é eleitor da Dilma. Os torcedores do Chelsea, do Real Madrid, do Santos, etc. são todos heterodoxos? Acho que as derrotas do Fortaleza fritaram seu cérebro ou você bebeu cachaça estragada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deixe-me refazer o comentário e encaixar isto na discussão mais ampla sobre postura dos heterodoxos. Heterodoxos adoram, pelo menos no discurso, demonizar o grande capitalista e apoiar empresas pequenas e ineficientes. O ortodoxo não julga a contribuição do empresário à sociedade pelo fato de ser grande per se, mas sim pela origem seu sucesso. Se for via favorecimento do estado, a grande empresa deve ser vista como redutora de bem-estar social (exemplo: algumas construtoras). Alternativamente, se a causa do sucesso for inovação e eficiência produtiva, o tamanho da empresa é considerado um prêmio à empresa que traz benefícios à sociedade com produtos que oferecem um boa combinação entre preço e qualidade (exemplo Apple, Pfizer, etc).
      Da mesma forma uma equipe de sucesso no futebol não deveria despertar sentimento de aversão, pois leva ao espectador qualidade com belas jogadas e muitos gols. Portanto, é heterodoxo torcer pelo pior time quando não há interesse direto na partida,ou seja, quando espectador não tem nenhuma ligação emocional com nenhum dos times. Ortodoxo deve, portanto, apoiar a melhor combinação de eficiência e qualidade. Por exemplo, por quê um torcedor do Fortaleza, ou Ceará, torceria pelo Chelsea contra o Barça a não ser pelo sentimento de aversão ao time de maior sucesso na história recente do futebol mundial (Barça)?
      Veja meus posts anteriores e verás que estou longe de simpatizar com PT ou o governo.
      Abs

      Excluir
    2. Por que um santista torceria pelo Barça? Qualquer que seja o oponente do Barça, como bom santista, ele terá minha torcida. E eu, certamente, não me encaixo em uma hetorodoxia qualquer. A única heterodoxia na qual me encaixo é: eu gosto de mulher. rss...

      Excluir
  2. Se você perde seu tempo lendo tanta liberalitite sem fundamento, você é um economista...

    ResponderExcluir
  3. Professor, sem querer entrar no mérito da questão sobre ser ou não heterodoxo, nem cacife pra isso eu tenho, mas, o que tem a ver o Itamar assistir o Carnaval com uma mulher nua e a sua eficiência ou não? acho que esse comentário poderia ter ficado de fora. E quanto ao Barça eu sempre torci por ele, entretanto, o melhor time é o que que ganha e os blues infelizmente ganharam.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradeço o comentário.
      Tem tudo a ver.Imagine o Obama no carnaval de New Orleans se prestando ao mesmo papel de Itamar?
      Resposta a sua pergunta tem a ver com credibilidade. Presidente tem que ter postura. À epoca, quem tinha esta postura era FHC, que comandou o Plano Real. Este é o ponto.
      Minha ideia era fazer um paralelo do futebol com a economia e com a ideia de aversão aos grandes, e não discutir detalhes futebolísticos, desviando o blog desvia de seu propósito. Mas, de qualquer forma, vai aqui mais um comentário sobre o assunto. Independentemente do resultado, o fato é que o Barça era favorito e grande time da semi final e muitas pessoas torceram contra apenas por isso. Este é o argumento principal (ver comentário anterior no Blog). O Barça assumiria assim o análogo ao malvado capitalista que explora consumidores e trabalhadores.

      Excluir
    2. Entendi,mas, é que sou receoso quanto analisar a eficiência de uma pessoa a julgar pela sua vida pessoal, não acho coerente vincular essas duas.

      Excluir